Vinhos secos para iniciantes

 

É muito comum ouvir as pessoas falarem que gostam somente de vinhos tintos e ignoram os secos. Entretanto, estes últimos apresentam várias vantagens sobre os primeiros que podem fazer você mudar de ideia e querer experimentar os vinhos considerados mais “amargos”.

Neste artigo vou te mostrar porque as pessoas são resistentes ao vinho seco, quais são os seus benefícios e quais são as melhores opções para começar a treinar o seu paladar. Me acompanhe.

vinhos secos para iniciantes

Por que as pessoas resistem ao vinho seco?

Na verdade, o vinho seco como qualquer outra bebida com sabor mais amargo agrada poucas pessoas. Desde crianças temos o nosso paladar treinado para gostar de alimentos e bebidas doces e com isso acostumamos a elas.

Entretanto, esses “docinhos” carregam muito açúcar em sua composição e como se sabe, este ingrediente é um vilão para a boa saúde.

O vinho seco é melhor do que o suave?

Para um bom apreciador, sim. Além de não conter açúcar industrializado, ele te permite reconhecer o sabor dos diferentes aromas presentes. E mais: é produzido com as uvas viníferas, ou seja, aquelas da espécie Vitis vinifera que são consideradas nobres, as quais você conhece bem pelos seguintes nomes: Chardonnay, Merlot e Cabernet Sauvignon.

Não é a toa que o vinho seco é reconhecido como o “vinho fino de mesa” que possui baixo teor de açúcar, tendo em vista que a mesma foi utilizada no processo de fabricação da bebida onde se tornou álcool.

Por onde o iniciante deve começar?

As dicas seguintes servem de auxílio para as pessoas que possuem dificuldade de adaptação. Se este for o seu caso, o ideal é começar devagar, aos poucos, até se sentir confortável com o sabor. Para isso é só seguir esse pequeno passo a passo.

Confira também: Quais as melhores ocasiões para vinho tinto

Faça a transição

Não parta diretamente para uma taça de vinho seco. Faça uma ponte através de um demi-sec. Algumas boas opções que, por sinal, foram escolhidas como as melhores do ano de 2015 são: o Espumante Demi-Sec Branco Courmayer de 750 ml que possui cortes de Chardonnay e Pinot Noir e boa intensidade aromática.

Ou se preferir, pode degustar o Salton Demi-Sec de 750 ml que possui um saboroso aroma de frutas cítricas e flores brancas que são suavemente agradáveis ao paladar.

Vinhos Secos leves

Após ter degustado o Demi-Sec é hora de começar com os secos propriamente ditos, porém leves. A dica é começar pelas uvas Pinot Noir ou Carmenère  como, por exemplo, o Vinho Dal Pizzol Pinot Noir 750 ml, o qual é elegante e apresenta bom equilíbrio entre a acidez, o álcool e os taninos. Já o chileno Reservado Carmenère Santa Carolina de 750 ml possui aromas marcantes de ameixas, corpo médio e taninos maduros.

Para quem tem dificuldade

A dica para quem está acostumado com o paladar mais adocicado é degustar um vinho com uva Gamay, a qual é tinta e consegue agradar bem a quem possui alguma dificuldade de adaptação. Como exemplo, experimente o Vinho Dal Pizzol Gamay Beaujolais 750 ml que é um vinho jovial e apresenta boa maciez. Detalhe para as notas exaltadas de frutas vermelhas, pera e banana.

Bons vinhos brancos secos

Para os amantes do vinho branco a dica é degustar os argentinos produzidos com as uvas Torrontés ou os italianos Pinot Grigio. Como exemplo, o Tamarí Torrontes 2014 que é leve e apresenta boa acidez. Já o Villa Cardeto Pinot Grigio Umbria 2014 possui um final ligeiramente amendoado.

Não deixe de ler:

Melhores vinhos italianos

Não deixe de assistir este vídeo incrível que preparamos para você, não pagar mico nesse mundo do vinho!

7 Dicas incríveis para você não pagar mico nesse mundo do vinho!

 

Bom, agora que você já sabe por onde começar é só degustar. Tenho certeza que o seu paladar não será mais o mesmo! Brinde comigo curtindo este artigo!

Autor: admin

Compartilhe este artigo no

2 comentário

  1. A última dica do video está errada e além do mais é machista. Se for uma mulher a pedir o vinho, é ela que deve provar e autorizando a ser servido,aí sim, serve se as outras primeiro e depois os homens da mesa.

    Responder
    • Então Ana Maria, essa regra foi a que vi nas normas de etiqueta de uma escola de sommelier! Quando uma mulher que pedi o vinho e está em casal , quem deve experimentar primeiro é o homem. Caso exista mais mulheres na mesa e o homem, ai sim são as mulheres que são servidas primeiro. Obrigada pelo comentário.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *