Vinho Francês Chantonet Vin De France Rouge

Esta semana, falarei de um vinho francês chamado Chantonet Vin France Rouge, foi a primeira vez que encontrei esse vinho em um restaurante aqui em São Paulo. Confesso que foi muito difícil achar informações dele, quase não tem. E vocês amantes de vinhos já degustaram esse francês? Leia este artigo e saiba se vale a pena experimentá-lo.

Chantonet Vin de France Rouge

 

1- Sobre a Vinícola do vinho francês Chantonet Vin France Rouge.

O vinho é fabricado pela vinícola Jacques de Merial e foi criado em 1982, produzidos de uvas das regiões Aude e Languedoc Roussillon no sul da França.

Como fabricante de vinho mais famoso da Chantonet, Jacques de Merial foi responsável por criar seleções de alguns dos melhores e mais acessíveis vinhos da França e nomeou-os para representar o charme francês e “joie de vivre”, que significa “alegria de viver”.

Ele então passou a criar Moment Joyeux, que se traduz em “Happy Times” e é exatamente o que este vinho franceses trará para alguma ocasião social.

Este é um dos vinhos selecionados pela vinícola para ser compartilhados com os amigos o chamado Moment Joyeux que é sinônimo de felicidade, risos e diversão. Eles possuem uma gama de vinhos definido pela sua qualidade, autenticidade e usabilidade.

A vinícola Jacques de Merial produziu uma faixa de vinhos que possui um excelente valor por ser francês.

 

2- Enoturismo na vinícola do vinho francês Chantonet Vin France Rouge.

Não encontrei nem mesmo o site da empresa pela internet e nem muitas informações a respeito da vinícola. Por isso, acho que eles não possuem roteiros enoturistico. Só encontrei que seus vinhos são produzidos nessa duas regiões lindíssimas da França para nenhum amante de vinho colocar defeito, seguem detalhes:

O Languedoc Roussillon é uma das mais importantes regiões de vinificação em França, para a área no sul da França que fazem fronteira com o Mar Mediterrâneo, entre o oeste do Rhone e Camargue, à fronteira da Espanha e dos Pirinéus. É composto de cinco regiões menores, Aude, Gard, Hérault, Lozère e Pyénées Orientais que todos produzem muito diferentes estilos de vinho. A área tem aproximadamente 400.000 acres sob videira e dos principais castas são Crignan, Grenache, Mouvedre, cinsault, Merlot e Cabernet Sauvignon. A variedade e qualidade de vinho da região é excelente e extremamente diversificada – esta área oferece excelente vinhos francês baratos e acessíveis para o bebedor de vinho todos os dias! A Região Aude, França

O Aude é um lugar acolhedor e hospitaleiro com um património único e grandes paisagens. É uma região menos conhecida dentro do Languedoc Roussillon e tem um terço de sua terra dedicada ao cultivo da uva. Os departamentos de Aude espalhou a partir do mar Mediterrâneo para os Pirenéus. Dentro do Aude são oito áreas AOC classificados, estes são La Clape, Quatorze, Corbières, Fitou, Minervois, Limoux, Cotes de Malepère e CABARDES. Todas as sub-regiões crescem diferentes variedades de uvas, em tipos de solos variados, em diferentes climas e, como resultado oferecem uma gama extraordinariamente diversificada de vinhos.

Se ficou interessado em conhecer essas duas regiões de vinho na França acesse este site e saiba mais: http://www.audetourisme.com/en/index.php

3- Preços do vinho vinho francês Chantonet Vin France Rouge.

Este vinho não é encontrado em muitos varejos do Brasil, encontrei ele pela internet por R$39,90 . Neste site aqui: http://www.obaobasuper.com.br/produtos/adega/vinhos/5466-v-chantonet-vin-de-france-rouge-750ml/ . Eu particularmente degustei este vinho num restaurante e paguei um preço excelente, apenas R$ 55,00. Fiquei feliz pois é quase impossível achar vinho a este valor numa pizzaria em São Paulo. Aproveito para deixar um site que tem vinhos franceses excelente pelo melhor preço da internet:

4- Degustação o vinho francês Chantonet Vin France Rouge.

Com 12% de teor alcoólico, aromas de frutas vermelhas silvestres com nota de especiarias tipo cravo, médio corpo, paladar seco, com cassis, coco e frutas framboesa, termina longo com taninos finos de calcário. Não é doce, não possui gosto amadeirado e nem é encorpado, bem leve e meio aguado. Confesso que no meu paladar esse vinho não foi muito bom, pois não gosto de vinho aguado. Gosto de vinho intenso e encorpado. É um vinho que não tomaria de novo, mas deixo a sugestão para quem gosta de vinho nesse estilo. Afinal cada um tem um gosto!

Gostou do artigo, então deixa seu comentário no blog e compartilhe em suas redes sociais!

VINHOS FRANCESES MAIS BARATO NA INTERNET

10 lugares para amantes de vinhos conhecer!

Curiosidades do Resveratrol no Vinho

Autor: admin

Compartilhe este artigo no

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *